Flight Report – CCA908 e CCA907 – 19/06/2011 e 26/06/2011

Há 2 anos eu planejava esta viagem para a Europa e norte da África com meu filho mais velho, o Pedro Henrique. Desta vez deu tudo certo, e embarcamos na A330-200 da Air China, no dia 19 de junho, para Madri, capital da Espanha, nossa porta de entrada no continente europeu.

Chegamos em Guarulhos, de TAM, 6 horas antes do voo internacional. Uma preocupação de quem vai a outro país é realizar o câmbio para a moeda local, e como eu cheguei com bastante tempo de antecedência para o embarque, pude pesquisar o  melhor preço para comprar Euros.

Fui um dos primeiros a chegar ao Check-in da Air China, e logo fomos atendidos pela equipe composta apenas por brasileiros.

Parte burocrática finalizada (isso inclui a passagem pela Imigração, e claro, uma rápida visita ao Free shopping na área de embarque internacional, rs), nos dirigimos para o portão de embarque. Nos esperava o Airbus A330-200 da companhia, configurado para 258 passageiros, divididos em 2 classes: executiva (com poltronas reclináveis em até 180º) e econômica (2-4-2).

Apesar dos quase 4 anos de idade da aeronave, esta estava em ótimo estado. Para os passageiros, a companhia oferecia mantas e travesseiros (afinal, num voo curto como esse, ficar acordar é para poucos). O serviço de entretenimento contava com uma tela de 10 polegadas, com sistema on-demand, vários filmes, documentários, canais de músicas e jogos eletrônicos.

Às 17:30lt, o A330 iniciava, pontualmente, os procedimentos de acionamento dos motores. O voo que tinha como destino final Pequim, na China, com escala em Madri, é um dos mais longos partindo do Brasil. E a partir daquele momento teriamos longas 10h de viagem a bordo da máquina.

Às 18:00lt, o CCA908 decolara de Guarulhos e subia para o Nível de Cruzeiro.

Um serviço que me surpreendeu bastante foi a possibilidade de você acompanhar a decolagem com uma visão externa, graças à uma câmera na frente da aeronave.

O B-6117 carregava, aproximadamente, 100t de combustível para a longa jornada que iriamos passar.

Alguns minutos após a decolagem, as comissárias de bordo, todas chinesas, deram início ao serviço de bordo: para o jantar tínhamos 2 opções de pratos quentes (frango ou iaquisôba) acompanhados de refrigerantes, 3 tipos de sucos, pão, manteiga, salada, frutas picadas e café com leite.

Após as refeições, tínhamos bastante tempo pela frente. Já era escuro lá fora, estávamos em nosso nível de cruzeiro que era de 12 mil metros, e ainda sobrevoávamos Salvador! Aproveitei o tempo livre, para desfrutar do entretenimento de bordo dos monitores individuais, o único problema neste vôo com a Air china, é que não tem legenda em português, tudo em chines, inglês ou francês…

O curioso neste vôo é que as comissárias, por volta das 21 hs, passaram solicitando que fechassemos as janelas, para que as luzes das pontas das asas, não atrapalhassem o sono dos passageiros….

Pelo Air Show dava pra ver que saíamos do território brasileiro, passando entre Mossoró e Natal. Começava agora a parte mais longa da viagem, a travessia do oceano atlântico.

As 23:00lt, cruzamos a linha do equador. Já estávamos no hemisfério norte, e foi inevitável não lembrar do acidente do Air France com uma aeronave do mesmo modelo que estávamos voando.

Duas horas e meia após termos deixado o território brasileiro para trás,  sobrevoamos Cabo verde, deu para ver as luzes das cidades na Ilha.

Às 03:30lt o sol já mostrava sua cara! Logo após, sobrevoamos as Ilhas canárias e a costa do Marrocos.

O café da manhã foi servido 1h40′ antes do pouso. Como o jantar, você tinha 2 opções de pratos quentes, omelete e novamente iaquisôba, pois não podemos esquecer que o voo era chines, e os chineses amam Macarrão. Acompanhava: iogurte, pão, frutas, café com leite, refrigerantes e sucos, bem completo; além disto, durante todo o voo , ficou disponível na cozinha do avião, sucos, refris, e biscoitos, bem como um pequeno fogão para os chineses fazerem suas sôpas ao longo da madrugada….

40 minutos antes do pouso, iniciamos o procedimento de descida. Às 08:30lt, pousávamos com suavidade o solo espanhol. O A330 prosseguiu para o Terminal 1 do Aeroporto Internacional de Barajas. Após 10h de voo, desembarcamos. Terminava aqui mais um voo bem tranquilo, sem turbulências, graças a Deus.

Após 1 semana na Europa, voltamos ao Barajas para o Check-in do CCA907. Com 2 horas de antecedência, nos apresentamos nos balcões da Iberia. A fila estava enorme! Porém, o trabalho do pessoal da empresa deixou o check-in ágil e objetivo.

O voo que tem a duração prevista de 10h40′ (por causa do vento de proa que normalmente se encontra nessa rota, nesse sentido), partiu com 30 minutos de atraso, mas, mesmo assim, ainda iriamos desfrutar de um voo totalmente realizado no período diurno, o que nos possibilitou ver a paisagem lá fora.

Para você ter uma idéia do vento que a aeronave recebia em rota, a nossa velocidade não passava de 830km/h (na ida, a velocidade chegada a 900km/h).

O vôo foi bastante tranquilo, tinha bem mais brasileiros do que chineses a bordo. Estavamos com 90% da capacidade do A 330-200. Semelhante ao vôo de ida, uma hora depois da decolagem foi servido o almoço e 2 horas antes do pouso, foi servido outro almoço, pois o vôo chegava em Guarulhos as 14:30lt.

Passei quase todo vôo jogando video game com meu filho, Pedro Henrique. Estávamos na fileira 55 a e b, sem ninguém ao lado devido a configuração da aeronave, 2-4-2.

Andamos bastante lá dentro, exploramos cada metro quadrado desta incrível aeronave. Não tivemos turbulências. Em um determinado momento, as comissárias, com um inglês limitadíssimo, pediram a todos que estavam na janela, para que fechassem estas para evitar a grande claridade caudasa pela entrada do sol.

…ficou ótimo, nunca tinha visto esta cena antes, em pleno meio dia, sol forte, o interior da aeronave ficou com um clima agradável, com uma luminosidade bem suave, dava até para dormir….

Passamos pelos mesmos lugares da ída, mas desta vez, pude ver Salvador. Após 10 horas de vôo, iniciou-se o procedimento de descida, e pousamos com meia hora de atraso em Guarulhos, as 15 hs, após exatamente 10 horas 38 minutos e 13 segundos.

Tudo transcorreu tranquilamente. Para mim, só não dei nota 10, devido a não haver nenhuma comissária a bordo que falasse português ou mesmo espanhol, e pelo fato do entretenimento a bordo não ter opção em Português.

Depois eu relatarei como foi os voos que fiz dentro da Europa e Marrocos, todos com a Easy jet, Airbus A319.

Vou contar a vocês como cabem 156 passageiros num A319!!! E eu reclamando dos 144 passageiros do A319 da TAM!!! Mas esta parte fica para próxima…

 

Obrigado a todos que leram este relato.

Rubem Dourado

Anúncios

5 comentários a “Flight Report – CCA908 e CCA907 – 19/06/2011 e 26/06/2011

  1. easy jet e muito apertado mesmo (pra adulto),mas o que pude perceber tambem ce que os aeroportos de la goleiam os da qui ,pra se ter i deia so o terminal 4 de madrid barajas tem aprox. 26 pontes de emberque isso sem contar os outros terminais

  2. continuando comentando sobre a maior empresa low cost da europa com mais de 200 aeronaves na sua grande maioria de airbus, a319 e a320….outros fatos curiosos….não tem marcaçao de assentos antes do embarque, é livre, se quiser janela, tem que entrar na fila rápido, o serviço de bordo é todo pago, apenas agua é gratis, o passageiro paga por cada mala despachada no porão da aeronave, média de 20 euros por mala se reservado no site da cia aérea, a mala não pode pesar mais que 20 kilos , a bordo, pode levar uma bagagem de mão de no maximo 5 kilos e eles são bem chatos neste quesito, bagagem de mão, só dentro dos limites de tamanho padrão. Fora isto, o que eu já esperava pois se trata de uma verdadeira low cost, a empresa é otima, todos os voos sairam e chegaram no horario, os comissarios são educados e prestativos….quem quisesse comer a bordo tinha bastantes opçoes por um preço justo, eu gostei e recomendo pois é muito barato voar de easyjet e deu pra comprar daqui no site da empresa em portugues, pagando tudo no cartão de credito….gastei 600 reais pra viajar eu e pedro,meu filho, entre, madri e marrakesh, marrakesh -londres gatwick, londres luton-paris, charles de gaule e Paris-Madri….e com direito a despachar uma mala em cada voo…..muito barato…..se fosse aqui no Brasil? não dava pra ir muito longe , duas pessoas, por este preço…..

  3. pois é andre…a easyjet conseguiu esta proeza….156 pax dentro de um a319, pra começar, quando eu vi a aeronave pela primeira vez, fiquei confuso, pensei ser um a320 devido as duas portas de emergencia em cima da asa, caracteristico de um a320, porem achei a aeronave mais curta do que o a320, era uma exigencia de segurança para tantas pessoas a bordo. Dentro pude observar que, praticamente não tem os espaços para Galley, ou, cozinha do avião, e só tinha 2 banheiros em vez de 3 ou 4 que vemos em nossas aeronaves. Na parte dianteira, não tem divisória entre a porta de entrada e a primeira fileira do avião, ou seja, as pernas dos passageiros sentados na primeira fila, ficam proximos a porta dianteira. Na parte traseira a cozinha é minima tambem. a distancia entre as fileiras é igual a da Gol, é apertada sim, mas, pensei que sería pior e….as poltronas, não reclinam….eu fui de Marrakesh, marrocos até londres aeroporto de gatwick, 3 horas e 15 minutos sem escalas, em uma poltrona que não reclina nem a pau..rsrsrsr

  4. Parabéns Rubem pelo seu Flight Report, quero saber como cabem 56 pax num A319 hehe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s